quinta-feira, 8 de setembro de 2011

GAT DA GCM DE MOGI GUAÇU É SURPREENDIDO À TIROS DURANTE ABORDAGEM


Dois irmãos traficantes de drogas foram baleados após reagirem a uma abordagem policial do GAT (Grupo de Apoio Tático) da GCM (Guarda Civil Municipal) de Mogi Guaçu (SP) na tarde deste sábado (3). Rafael da Silva Ribeiro, de 18 anos e seu irmão de 17 anos foram atingidos por um tiro, cada um em uma das pernas.
O fato ocorreu na frente do bar do baiano na avenida Flamboyant, no Jardim Ypê Pinheiros por volta do meio dia. Os policiais Martins e Xavier passavam em patrulhamento pelo local quando encontraram Rafael. Ao ver a viatura o suspeito correndo entrou no estabelecimento. Perseguido pelo policial Martins, Rafael foi detido. Ele portava pedras de crack e porções de cocaína e, no momento em que estava sendo algemado reagiu agredindo o policial. Em seguida, surgiu o adolescente, irmão de Rafael que também agrediu o policial Xavier.
Durante a briga surgiu um terceiro homem armado dizendo para que os irmãos saíssem de frente. Os policiais perceberam que essa terceira pessoa estava armada e chegaram a ouvir um barulho semelhante ao de um disparo de arma de fogo quando reagiram disparando suas armas. Rafael e o adolescente foram atingidos. Mesmo baleado, Rafael e o terceiro homem fugiram, cada um para um local diferente. O menor baleado foi socorrido na viatura do GAT até a Santa Casa onde ficou internado, a mãe o acompanhou.
Enquanto isso, Policiais Militares do ROCAM (Rondas Ostensivas com Apoio de Motos) que foram em apoio os GCMs, encontraram Rafael escondido em uma residência próxima. Ele estava ferido e com a algema do policial Martins em um dos braços. Rafael foi levado para o hospital onde foi medicado e em seguida preso na Delegacia Seccional. Ele e o irmão estão sendo acusados de tráfico de drogas, ato infracional, tentativa de homicídio e resistência a prisão.

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário